O Sabadão – Pra não falar de um assunto só!

Por Sérgio Leão

Se aqui houver ao menos um justo…

Na esperança de interceder junto ao Senhor, para alvar as cidades pecaminosas de Sodoma e Gomorra, Abraão ouviu de Deus, que se houvesse lá pelo menos 50 justos ele pouparia as cidades da destruição. Abraão ainda tentou negociar, pois o Mestre queria salvar os justos, mas este número chegou a um justo, e aí, após a saída de Ló e sua família, houve a destruição. Estou aqui imaginando como podemos suportar a injustiça do povo brasileiro, que ao invés de se unir como brava gente, prefere se dividir para terem seus bandidos de gravatas livres e assim continuar a podridão nacional que já afeta outros países. O tal sentimento das ruas é de clara absorção do povo, diante da imundícia verde e amarela que envergonha o mundo, atinge o congresso nacional, os grandes empresários da construção civil, a grande mídia, a classe artística, os ministros do STF e agora disseminou-se por todos os setores e principalmente nos meios sociais, onde os justos vão se tornando invisíveis e assim pode ser que o Apocalipse comece aqui; por que não? Afinal se as cidades pecaminosas tiveram Abraão, homem de Deus, intercedendo pelos justos, que por serem invisíveis, não escaparam, como podemos achar que o Brasil, será poupado se não está se confirmando a presença dos justos por aqui.

O ressurgimento de uma torcida

Mesmo em baixa, o futebol pernambucano em 2018, foi destaque no cenário nacional, que acompanhou os jogos decisivos do Campeonato Pernambucano de 2018, e pode ver de perto a paixão de uma torcida que vinha sendo humilhada pelos torcedores adversários por não conquistar nada durante 13 anos. Os torcedores do Clube Náutico Capibaribe, entretanto não deixaram de existir, estavam apenas silenciosos diante das frustradas tentativas de conquistas, por culpa exclusivamente de uma corja de diretores incompetentes e sem pudor, que levaram o time da Conselheiro Rosa e Silva ao descrédito total. Após ser rebaixado para Série C do certame nacional, o time foi ao fundo do poço financeiramente, e a torcida definitivamente sumiu dos jogos, até porque o começo deste ano foi desalentador, com muitas dividas o Timbu Coroado não tinha como investir em bons jogadores para fazer frente aos rivais estaduais. Mas no futebol as surpresas sempre foram constantes e o Náutico foi a luta com um time modesto,  comandado por Roberto Fernandes, um técnico torcedor, que vendo as inúmeras deficiências dos outros, foi usando seus conhecimentos e tornando o sonho da conquista mais próximo a cada jogo, e por fim chegou ao almejado título de Campeão Pernambucano de 2018, trazendo de volta a torcida família alvirrubra aos estádios. Mas foi a torcida que fez mesmo a grande diferença nas partidas decisivas, lotando a Arena Pernambuco de tal forma que bateu recordes de público e animação e no cômputo geral ganhou em tudo para os rivais juntos: mais vitórias, menos derrotas, melhor ataque, melhor defesa e mais de 90 mil torcedores na competição defasada, ressurgindo com força e gritando a viva voz: N A U T I C O.

Começa a valer lei que endurece punição para motorista embriagado

Começam a valer nesta quinta-feira (19) as punições mais rigorosas aos motoristas embriagados ou sob o efeito de drogas que forem condenados por acidentes de trânsito.

De acordo com a nova determinação, que passa a valer 120 dias após a publicação oficial do texto, os motoristas responsabilizados por homicídio sem a intenção de matar (culposo) ou lesão corporal grave e gravíssima deverão cumprir reclusão de 5 a 8 anos e suspensão ou proibição de dirigir.

Até então, a pena máxima aos motoristas considerados culpados em casos do tipo estava fixada entre 2 e 4 anos. O prazo permitia que condenados por acidentes de trânsito com mortes sequer fossem para a cadeia.

A advogada Anna Julia Menezes, do departamento de Direito Penal do Braga Nascimento e Zilio Advogados, explica que o aumento da pena impede que o delegado estabeleça o pagamento de uma fiança dentro da delegacia para os casos envolvendo embriaguez.

“Agora não tem mais essa prerrogativa [do pagamento imediato da fiança]. O delegado tem que lavrar o auto de prisão em flagrante e comunicar o juiz, que decidirá ou não arbitrar a fiança para o acusado”, afirma Menezes.

O Código Brasileiro de Trânsito estabelece que a capacidade alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa é considerada em casos de concentração igual ou superior a 6 decigramas de álcool por litro de sangue ou igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar alveolar ou sinais que indiquem a alteração da capacidade psicomotora.

Segundo Menezes, as seguidas evoluções da lei a respeito da embriaguez ao volante sempre “tornou mais gravosa” a punição aos motoristas na tentativa de repreender a prática.

Ao comentar o trecho da lei que estabelece a “suspensão ou proibição do direito de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor”, a advogada diz que decisão é tomada “até mesmo nos crimes sem vítima”. “O juiz estabelece por qual período a pessoa fica sem dirigir ou se proíbe em caráter ad eternum que a pessoa não dirija”, reforça Menezes.

R7

Serra Negra será palco para corrida em trilha

Neste domingo, 22 de abril, Serra Negra em Bezerros irá receber mais um grande evento esportivo. Trata-se da Odisseia Trail Run, uma nova modalidade em que a corrida é realizada em terrenos irregulares, e geralmente os locais escolhidos são trilhas, subidas e descidas de estrada de terra, estimulando os participantes ao contato direto com a natureza e a uma ampla consciência ecológica.

Com 110 inscritos, o evento, que tem o apoio da Prefeitura de Bezerros, terá como ponto de partida e chegada a Pousada Canto da Serra. De acordo com o idealizador e organizador Sérgio Bandeira, os participantes irão percorrer trilhas com distâncias de 5, 10 e 21 quilômetros. O horário da largada será às 7h da manhã. Na premiação, haverá medalhas para todos que concluírem o percurso, além de troféus do primeiro ao quinto colocado nas categorias masculina e feminina e medalhas de colocação do primeiro ao quinto de cada faixa, caso já não tenham recebido troféu.

Rádio Cultura é invadida por bandidos e radialista pede ajuda ao vivo

A Rádio Cultura foi invadida, durante a noite desta terça-feira (17), enquanto o programa “Você Faz o Programa” era transmitido. Por volta de 23h, o apresentador Edmilson Souza foi informado pelos entrevistados sobre a invasão de um homem armado e usando capuz. Os músicos bloquearam a porta do estúdio com móveis.

O comunicador não interrompeu a programação, mas utilizou os microfones para pedir ajuda. “Estamos pedindo segurança policial, quem estiver nos vendo ou ouvindo, envie mensagem para que o pessoal da polícia compareça com urgência. Companheiros avistaram uma pessoa armada aqui dentro da emissora”, afirmou.

Ainda não há informações de quantas pessoas realizaram a investida, mas foram arrombadas as salas da Gerência e do departamento de Jornalismo e o anexo, que continha equipamentos técnicos. Foram levados quatro notebooks, uma televisão, um celular, o equipamento de filmagens e dinheiro.

A Polícia Militar foi acionada por ouvintes e chegou ao local alguns minutos depois.

Grupos de dança vão participar do festival de Passa e Fica

A cidade de Passa e Fica-RN, realiza um dos mais badalados festivais de cultura do Nordeste, que este ano se realizará, nos dias 11 e 12 de maio, com  participação de 15 grupos representantes  de diversos estados da região Nordeste e Norte do Brasil. Será o 8º Festival de Cultura de Passa e Fica, promovido pela prefeitura da cidade, que comemora 56 anos de emancipação, e terá também as presenças de dois famosos grupos bezerrenses de danças folclóricas: o Papanguarte Balé Popular de Bezerros e o Grupo de Danças Folclóricas Folc Popular, grupos estes com várias participações em festivais de folclores no Brasil, mostrando a cultura de Bezerros.

Os grupos foram selecionados previamente pela coordenação do evento e, enquanto o Papanguarte estará participando pela quinta vez do festival, o Folc Popular  fará sua estreia no festival mostrando a magnitude da dança em vários ritmos de origem nordestina. Os grupos levarão 45 bailarinos, sendo 30 do Folc e 15 do Papanguarte, que apresentarão espetáculos referentes a cultura dos papangus de Bezerros, personagens famosos em todo Brasil. Papangu – Um folião do carnaval de Bezerros, espetáculo considerado como um dos melhores de danças populares, será apresentado pelo Papanguarte e o Folc Popular apresentará três espetáculos diferentes: Escola Diferente (balé infantil), Nordeste em Festa e Papangus em Folia.  A participação dos grupos bezerrense é esperada com entusiasmo por serem considerados como atrações máximas em eventos dessa natureza.

Pernambuco tem queda de 33,5% no número de homicídios em março de 2018

Em março de 2018, Pernambuco contabilizou 366 assassinatos ao longo dos 31 dias do mês. O número é 33,5% menor em comparação ao mesmo mês de 2017, quando foram assassinadas 551 pessoas, mas é o sexto mês de março mais violento desde 2007, ano em que teve início Pacto pela Vida. Os números foram divulgados neste domingo (15) pelo governo do estado.

Segundo a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE), o envolvimento com o tráfico de drogas, atividades criminosas ou acertos de contas motivaram 72,4% dos 366 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) registrados em março de 2018. Do total de homicídios, cinco pessoas perderam a vida em confronto com policiais.

Ainda de acordo com a SDS, 89 municípios de Pernambuco não registraram homicídios em março. Outras 76 cidades apresentaram redução nos números de homicídios.

O feriado da Semana Santa, de 30 de março a 1º de abril, foi considerado o menos violento desde a criação do Pacto pela Vida, já que foram registrados 21 casos de homicídios durante esse período. O número representa uma queda de 63% em relação ao mesmo feriado de 2017. Desde 2007, a estatística mais baixa para esse período havia sido registrada em 2013, com 36 assassinatos.

G1