Mostra de Cinema ao Ar Livre movimentou Serra Negra no fim de semana

Durante os dias 20 e 21 de abril, Serra Negra foi palco da segunda edição do Curta Na Serra – Mostra de Cinema ao Ar Livre. Em uma programação audiovisual exibida em telão no anfiteatro do Polo Cultural, o evento teve como objetivo oferecer cinema gratuito à população da região, com uma programação diversa de filmes independentes feitos no Nordeste.

A nova edição trouxe o recorte de curtas-metragens nordestinos, abraçando a pluralidade de linguagens audiovisuais produzidas na região, como ficção, documentário, videoclipe, entre outras. A curadoria foi feita pelos produtores Marlom Meirelles, Eva Jofilsan e Amanda Ramos.

Além da exibição dos filmes, houve programação musical, com shows e espetáculos culturais, como o Som na Rural e convidados, e homenagem à atriz e diretora paraibana, Marcélia Cartaxo, e ao bezerrense artesão e Patrimônio Vivo de Pernambuco, Lula Vassoureiro. O 2º Curta na Serra foi mais uma realização da produtora Eixo Audiovisual, com coprodução da Espiral Filmes, patrocínio da Prefeitura de Bezerros e incentivo da Fundarpe, Secretaria de Cultura e Governo de Pernambuco.

Hostilidade contra jornalistas torna exercício da profissão mais perigoso

O número de países seguros para os jornalistas continua caindo no mundo, devido a uma hostilidade contra o exercício da profissão, segundo o relatório anual da ONG Repórteres sem Fronteiras (RSF), que aponta que a maior deterioração ocorreu nas Américas do Norte e do Sul, com o prenúncio de um período sombrio no Brasil.

O País perdeu três posições (105 entre 180 países) no Ranking Mundial da Liberdade de Imprensa, e se aproxima da zona vermelha, com quatro jornalistas assassinados. A eleição de Jair Bolsonaro, após uma campanha marcada pelo “discurso de ódio, a desinformação, a violência contra os jornalistas e o desprezo aos direitos humanos, prenuncia um período sombrio para a democracia e a liberdade de imprensa”.

“A hostilidade contra os jornalistas e inclusive o ódio do qual fazem eco dirigentes políticos em muitos países, acabou provocando agressões mais graves e frequentes” contra estes profissionais, o que suscita um “clima de medo inédito em alguns lugares”, condenou nesta quinta-feira (18) a ONG Repórteres sem Fronteiras (RSF).

A RSF lembra o papel primordial que o WhatsApp teve na campanha eleitoral brasileira. Pelo aplicativo circularam, por exemplo, informações falsas destinadas, sobretudo, a desacreditar o trabalho de jornalistas críticos ao candidato Bolsonaro.

No ranking dos 180 países avaliados, apenas 24% (26% em 2018) estão em situação boa ou relativamente boa.

A Noruega se mantém pelo terceiro ano consecutivo na primeira posição, seguida de Finlândia e Suécia.

Fecham a lista o Turcomenistão, antecedido da Coreia do Norte. Também na lanterna, a China perdeu uma posição (177), assim como a Rússia (149), onde o Kremlin “acentuou a pressão” sobre os meios independentes e a Internet, “com detenções, revistas arbitrárias e leis liberticidas”. Continue lendo

O Sabadão – Mutretas do futebol brasileiro

Por Sérgio Leão

Os seguidos erros grotescos de árbitros de futebol, têm feito injustiça e muitas vezes modificam totalmente os resultados dos jogos, interferindo decisivamente em jogos decisivos, sem que nenhuma providência seja tomada, até porque no submundo do futebol habitam mais almas sebosas do que em qualquer outro antro. Desde que o árbitro FIFA, Edilson Pereira de Carvalho foi preso por manipular resultados, em 2005, veio a público a máfia do apito no Brasil, e ainda hoje existem árbitros que são extremamente suspeitos devido os erros cometidos justamente em jogos onde os prejudicados não têm condições de reagir, pois são cometidos em finais de campeonatos. Nem com a criação do Vídeo Assistant Referee (VAR), o tal árbitro de vídeo, isto tem sido modificado, e aqui em `Pernambuco tivemos um destes episódios em 2017, quando o Salgueiro perdeu o campeonato para o Sport Recife, mesmo com o VAR mostrando o contrário da decisão arbitral. Ano passado houve também uma polêmica na decisão entre Náutico e Central, quando o time da capital sagrou-se campeão; este ano de 2019 já aconteceram erros que modificaram resultados, como o do domingo, dia 14, quando mesmo árbitro que prejudicou o Salgueiro e o Náutico em 2017, repetiu a safadeza beneficiando outra vez o Sport Recife, que aliás já conquistou 5 títulosestaduais com erros graves de arbitragem.

Mas não são só nas arbitragens facciosas que encontramos safadezas no futebol brasileiro; o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, encontra-se preso em Nova York por ter se envolvido em corrupção e formação de quadrilha no comando do futebol canarinho. Seu substituto, Marco Polo Del Nero, outro gatuno mafioso sem vergonha, não pode nem botar os pés fora do país que será enjaulado, o mesmo ocorrendo com o bebum Ricardo Teixeira, outro ex-presidente da CBF. O homem do Jogo Duro, João Havelange que durante anos comandou a Confederação Brasileira de Desportos (CBD) e a CBF, chegou a ser o mais alto mandatário da Federacion Internacional de Futebol Association (FIFA) e também deixou sua marca negativa no mundo do futebol. Nesta corja de malfeitores do futebol, são envolvidos todos os tipos de profissionais do esporte bretão o que faz com que milhões de pessoas que amam o esporte sejam ludibriados nos bastidores sujos dos suntuosos prédios onde funcionam federações e confederações.Pernambuco é uma destas organizações que desde os primórdios do futebol estadual sempre agasalhou cafajestes responsáveis ´pelas mutretas do futebol pernambucano e brasileiro.

Caminhada da Paixão foi sucesso mais uma vez

Não se sabe exatamente quando ocorreu a primeira caminhada até a Serra Negra, mas alguns dos participantes mais antigos afirmam categoricamente que já são mais de 20 anos de caminhada. Nesta sexta feira, dia 19, aconteceu mais uma edição desta caminhada, com mais de 1.500 participantes, que começaram a subir a Serra desde as 4h da madrugada, de todos os recantos da cidade de Bezerros. Já no início do percurso, na Rua Frei Caneca, vários grupos de pessoas de todos os bairros de Bezerros foram se encontrando e partiram para desbravar os 10 Km de distância que separam a cidade do povoado.

Na medida que o sol foi aparecendo os caminhantes da Paixão pela Serra foram se deslumbrando com o cenário serrano, até chegarem ao povoado onde foram recebidos pela equipe da Gerência de Esportes do município, que ofereceu frutas e água para centenas de participantes, que chegavam sozinhos, em duplas trios e grupos; outros acompanharam em veículos, motocicletas, bicicletas e quadriciclos. Alguns caminhantes levaram seus cães de estimação enquanto muitos outros fizeram o percurso correndo. Durante todo o percurso e no Polo Cultural estiveram dando apoio: O Debetrans, Polícia Militar e seguranças particulares. A Secretaria de Educação e Esportes colocou vários ônibus para conduzir as pessoas na volta e uma viatura fornecendo água, enquanto a Secretaria Municipal de Saúde disponibilizou uma ambulância, e assim a caminhada foi encerrada repetindo o sucesso dos anos anteriores.