Coluna Politicando

O Governador de Pernambuco prorrogou o isolamento social até meados de maio. Os surtos com o coronavirus não param de crescer e a sociedade é quem mais se responsabiliza com a disseminação do vírus. O comércio de todo estado perdeu de movimentar e aquecer a economia em uma das principais datas do ano, o dia das mães. A perda do ano deixará grandes sequelas, seja para quem se cura do covid, para quem perde ente querido ou para a economia e o desemprego que está já assombra muitos.

1. Primeira morte em Bezerros – Essa semana aconteceu a primeira morte, uma senhora de 77 anos chegou a óbito após ser diagnosticada com o covid-19. O número de contaminados não deixa de subir e a despreocupação de algumas pessoas que insistem em se aglomerar pela cidade ainda é grande. Apesar que na feira livre dessa semana foi possível ver grande parte de comerciantes e clientes utilizando as máscaras, um ponto bastante relevante para combater a pandemia.

2. Hospital de Campanha – A prefeitura inaugura essa semana um hospital de campanha para atender eventuais casos de Coronavirus na cidade, segundo o prefeito ele espera não utilizar a estrutura nem os respiradores que se encontram no local. A cidade disponibiliza de três equipamentos, dos quais dois ficaram no hospital de campanha e um será utilizado na Unidade Mista São José. A ideia é descentralizar pacientes com casos suspeitos ou sintomas parecidos para o hospital que funciona onde era o antigo Fórum.

3. O que seria esse hospital de Campanha – A atual presidência da Câmara lutou para conseguir esse prédio do antigo fórum para ser utilizados como abrigo dos gabinetes dos vereadores. Já pensou se não houvesse essa estrutura para o município fazer o hospital de campanha? Ou teria que ser restruturado uma escola já em funcionamento ou até mesmo um outro espaço que talvez não estivesse tão bem estruturado como o prédio do antigo fórum. Até agora a presidência da câmara não se manifestou sobre o caso de reconhecer que o prefeito acertou em buscar a estrutura junto ao estado para localizar a unidade de saúde. Política e interesses em jogo têm disso.

4. Recursos para os Municípios – O senado federal divulgou os valores que cada município receberá para o combate ao convid, a cidade Bezerros deverá receber R$ 5.802.831,02 (cinco milhões oitocentos e dois mil oitocentos e trinta e um reais e dois centavos). Quando se ver o quantitativo se mostra o tamanho dos cuidados que a população deve ter. Afinal é de se desconfiar a liberação de recursos oriundos do governo federal para que os municípios gastem apenas com a saúde das pessoas. O prefeito Breno deve ter muito cuidado no uso desses recursos, principalmente no quesito das compras emergenciais.

5. Pergunta que não quer calar – Se o prefeito Breno Borba buscou diminuir a folha de pagamento no combate a gastos abusivos com servidores do poder executivo, por que o Poder legislativo uma vez que não está funcionando na sua totalidade não buscou a diminuição do quadro de servidores para que suja economicidade. Eu não diria nem que houvesse os cortes de assessores dos vereadores, afinal esses trabalham com trâmites que o legislativo precisa tocar. Eu me refiro aos cortes de funcionários da casa, ou até a gratificação que o presidente da casa recebe que é de 100%. O prefeito baixou 30% do seu, enquanto a casa legislativa nada o fez. Está na hora da Câmara de posicionar e fazer cortes.

6. Tá ficando feio– Alguns veículos de imprensa tem passado “vergonha” na cidade, tentando deturpar as situações muitas vezes já anunciadas. Tudo bem que a gente sabe quem está por trás de todas as matérias tendenciosas que querem denigrir tanto o nosso trabalho, quanto o trabalho sério de alguma liderança política que não comunga de mesma idéia. Agora não custa nada indagar o “Boninho de Bezerros”, sobre o senso de críticas que isso possa vir a surgir, e que mancha literalmente as páginas de rede social e a imagem de quem as escreve. Um bom conselho na próxima é fazer uma perguntinha básica: “rapaz a turma vai entender? Será que vale a pena? Termino com a afirmativa: A MASCARA CAIU, melhor arrumar uma nova e se proteger do corona virus.

7. O silêncio – Já não é de hoje que foi anunciado o afastamento de pessoas envolvidas na política do principal veículo de comunicação da cidade, a rádio 104 FM já havia adotado o critério ético de afastar dos microfones todos os envolvidos diretamente com a política local, para que as pessoas busquem escolher democraticamente seus próprios representantes. Mesmo assim um personagem anonimato (O Boninho) tenta jogar pesado para manchar a imagem de uma decisão colegiada entre os participantes, o silêncio de alguns comunicadores podem ter peso na hora do retorno quando tudo isso passar.

8. Todos contra as fake News – Essa semana os principais veículos de comunicação devem se juntar para combater as informações mentirosas que busca criar tumultos na cidade. O senso de ridículo está demais, e a alternativa é criar um selo de notícias onde veículos sérios como o Bezerros 24 horas, Fala Rinaldo, Boletim Esportivo, Giro Policial e a 104 FM vão postar sempre que a matéria for para o ar. O objetivo é que as notícias mostrem o tamanho da credibilidade dada. Sem mesmo cunho político como alguns outros vem se fazendo.

9. A busca pelo canal sério – O leitor precisa também ter bom senso na hora de escolher qual veículo ele deve levar mais a sério, por isso a escolha do selo acima mencionado vai por exemplo combater as informações enganosas já noticiadas como preceito de jogar uma classe contra determinada situação. A cerca de alguns dias um veículo teria mostrado que o prefeito Breno Borba teria pago a cantora Priscila Sena o seu cachê, criando um desconforto quanto a classe musical da cidade, dias depois a prefeitura concedeu uma nota a qual chamou a notícia de falsa. A idéa do selo de qualidade na informação vai combater e possibilitar que o leitor identifique o que é falso, por vontade política dos donos de blogs locais ou do que é de fato verdadeiro.

10. O silêncio da gestão – Ainda falando de fake News, e diga-se de passagem esse pensamento é MEU, literalmente de letra maiúscula, para que depois não se pense que é o sentimento da gestão Breno Borba, a qual nem faço mais parte. O mesmo deveria buscar na justiça ou no ministério público força de denunciar as pessoas que buscam denigrir sua imagem, em pleno ano de indefinições. O objetivo agora tem que ser focar em políticas públicas para o fortalecimento no combate ao corona virus e quaisquer outra medida até eleitoreira deve ser denunciada. Se não assim o fizer, as noticias fake News acabam sendo fortalecidas, como que se diga a do “gesso” da unidade mista, que na verdade é o conserto total do telhado da unidade hospitalar.

Desejo a todos que o mês de maio nos traga bons ventos, e que MARIA nossa mãe interceda a seu filho JESUS pela busca da cura ou de uma vacina para que juntos possamos voltar com mais amor pelo próximo. A política existe para ser debatida no campo das idéias, não com mentiras objetivando a desmoralização das pessoas, eu sinceramente acredito muito que tudo vai mudar, para isso alguns personagens precisam ser banidos dela. Eu acredito, e você acredite também mas mude alguns hábitos, e claro isso tudo vai passar!!! Curte ai e até domingo.

Coluna Politicando

Uma das coisas que marcou a semana foi a concentração de pessoas para receber o auxílio emergencial concedido pelo governo federal. A cidade mais uma vez apareceu negativamente nas mídias sociais e até na televisão. O fato é que grande parte dos que ignoraram a “ansiedade” das pessoas em receber o dinheiro, nunca deve ter passado fome. As pessoas poderiam pensar: vamos pedir a Deus que isso passe logo, e a vida volte ao normal; melhor dizendo que nós nos comportemos normal, vivemos em uma sociedade “anormal”, que ignora a necessidade dos que precisam desse auxílio.

1. Auxílio Emergencial – A quantidade de pessoas que compartilha notícias ruins em rede social, não detém ideia o quanto sua opinião menospreza a necessidade do outro. Em tempo que um vírus impede a necessidade de ir e vir, as pessoas bem que poderiam utilizar seu precioso tempo para refletir que devemos compartilhar de momentos diferentes dos outros tempos já vividos e aproveita-se a sua rede social para não atacar e falar alheiamente as deficiências do próximo. Diga-se de passagem o que fez um aprendiz de humor do SBT que menosprezou o cantor Assisão sem ao menos conhecer sua trajetória.

2. Necessidade fala mais alto – Vejo muita gente se solidarizando com o artista pernambucano, mas que ao longo da semana se manifestou contrário a quantidade de pessoas que foram ao centro da cidade, mesmo sabendo do risco de contrair o vírus na aglomeração. Uma dica: se você não possui necessidade para passar por isso, aplausos para você, mas respeitem a necessidade do próximo, a vida humana está agonizando de diferentes formas.

3. Fome Não – O trabalho social do empresário Pierre Pessoa e outros amigos é digno de aplausos. Diversas famílias tem recebido donativos que são adquiridos por eles em diversas ruas do município. Vale salientar que o grupo não possui interesses políticos e as pessoas beneficiadas são conscientes disso, a minha afirmativa é dada haja vista que personagens ligados a política local, teriam tentando se beneficiar das ajudas do grupo objetivando tirar proveito político. O criador do grupo fez questão de divulgar um áudio em que esclarece todas as dúvidas aos colaboradores, o grupo merece o reconhecimento de muita toda sociedade bezerrense.

4. Proveito Eleitoral – Toda e qualquer solidariedade nessa ocasião do que estamos enfrentando com o Covid-19 é bem-vinda, mas a ideia de trocar a doação para caráter político não pega bem, seja ele quem estiver realizando, para isso quando o envolvimento de alguns personagens ligados a política evidente em redes sociais. Quem é eleito é escolhido para representar toda a cidade, seja classe rica ou pobre, se fortalecer com o sofrimento alheio e uma prática que despreza e mancha ainda mais a classe política que já não é bem vista pela sociedade. Deixe o ato de exposição em redes sociais para entidades e representantes que não sejam políticos, afinal isso é feito para prestar conta aos doadores.

5. Afastamentos – Radialistas entram de licença da Rádio 104 FM essa semana. Alguns nomes irão se despedir do público, embora que temporariamente, ao se afastarem das funções na Rádio 104 FM. Apesar de não existir a necessidade para tal, politicamente falando, a direção da emissora decidiu pelo afastamento de Joelson Lima, Sérgio Leão, Renato e Rinaldo Luiz, Zé Antônio e do próprio diretor geral, Sandro Silva. A medida busca deixar ainda mais imparcial a programação. Apesar do afastamento por motivos eleitorais, nem todos devem ser candidatos. Outros poderiam se apossar da permanência para assim fazer a política aos microfones.

6. Higienização das mãos – A prefeitura montou uma estrutura no centro da cidade para que os populares fizessem a higienização das mãos, a medida contou com o apoio de empresário local na doação de itens como o detergente. Tão logo foi montado que a organização da feira livre identificou que alguém esvaziou a água de uma dos reservatório na madrugada do sábado. As caixas teriam ficados cheias na sexta-feira a noite, é possível que essa semana o espaço ganhe monitoramento.

7. Política com “p” minúscula – Tão cedo foi realizado a estrutura para higienização das mãos no centro da cidade, que algumas pias foram depredadas, foi o que relatou em sua página de rede social o funcionário da prefeitura que foi um dos responsáveis pela instalação. Quem realizou o ato talvez não tenha noção que a medida prejudica uma cidade inteira, e que a intenção de prejudicar a gestão do prefeito Breno Borba na verdade concede prejuízo aos que praticam ainda a necessidade de ir ao centro em busca de serviços essenciais.

8. Relação de Filiados – Foi divulgada essa semana ainda pelo Tribunal Superior Eleitoral a relação dos nomes que se vincularam aos partidos políticos até o último dia 04 de abril para concorrerem as eleições municipais desse ano. Se é que vão acontecer!!! O partido mais fortalecido foi o PSB do prefeito Breno, que aposta em eleger pelo menos seis (06) das quinze (15) vagas do legislativo, outros dois partidos fizeram bem sua tarefa de casa o PSD do vereador Caca e o Solidariedade do secretário de esportes Klebinho fizeram um trabalho bem feito de bastidores, o primeiro busca eleger quatro (04) nomes já o segundo trabalhará para eleger três (03), tudo isso se as peças do tabuleiro não forem mexidas até lá.

9. Nomes da Oposição – A pré-candidata Lucielle Laurentino(DEM) buscou montar uma chapa de nomes comuns, mas possui nomes já conhecidos na disputa a exemplo do empresário Irandir Laurentino e de Bala, ambos da família da pré-candidata. Já o pré-candidato Gabeira (MDB), ainda tentou se manter no PP e não logrou êxito trocou de sigla e ainda conseguiu mais uma chapinha; dos nomes que devem concorrer na chapa do presidente da Câmara destacaríamos o do vereador Cláudio e do filho do atual líder da oposição Toinho do Boi Gordo que vai tentar tranferir seus fiéis eleitores para o menino até então desconhecido.

10. Religião e Política – A igreja católica não deve se envolver apresentando nomes para a sucessão municipal desse ano, pelo menos é o que se comenta nos bastidores. Com a chegada do novo bispo o cenário é de não envolvimento. Havia por exemplo um especulação de que o Pe. Biank se filiaria e iria a presidência de uma partido, que logo foi desmentido pelo pároco em sua rede social. Já os evangélicos deverão ter alguns candidatos, destacamos aqui a união da igreja Assembléia de Deus que possui dois candidatos do mesmo partido, Eliel e Elissandro ficaram juntos no PSB, serão companheiros de palanque, mas nós bastidores a relação de ambos não é confortável.

Lembro aos amigos que me acompanham na rádio no programa Conversa Afiada, que com meu afastamento da emissora para honrar o compromisso com ética, vou me utilizar mais do meu instagran e do Facebook para opinar sobre diversos temas. E para também deixar minhas mensagens opinativas e comemorativas, essa semana já começarei a idealizar algo assim. Lembre de compartilhar ou curtir, o escritor vive disso!!!

Deputados não paralisaram atividades e reuniões acontecem via internet

Mesmo com a impossibilidade de reuniões físicas, os deputados da Assembleia Legislativa de Pernambuco estão mantendo os encontros via internet. A pandemia da Covid – 19 mudou a vida de muita gente, mas a saída nesses momentos é dar continuidade ao trabalho com outras alternativas.

O salário dos deputados também permanece, porém não foi preciso paralisar as atividades, nos encontros virtuais acontecem os pronunciamentos, votações e discussões de relevância sobre as ações do estado.

“O poder legislativo, mesmo de forma remota, segue atento e tem colaborado de todas as formas possíveis para ajudar nesses esforços”, publicou Waldemar Borges em sua rede social.

Tribunal de Contas vai fiscalizar gastos públicos no combate ao coronavírus

Tribunal de Contas vai fiscalizar gastos públicos no combate ao coronavírusAtento ao cenário de pandemia causado pelo novo coronavírus no Brasil e, especialmente, em Pernambuco, o presidente do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE), Dirceu Rodolfo, destacou as medidas que devem ser adotadas pelo Governo do Estado e pelos municípios com relação aos gastos no combate à covid-19. O posicionamento do TCE tem como objetivo acompanhar tudo o que está sendo feito pelos gestores e fiscalizar a aplicação dos recursos públicos.

“Aqueles gestores que acham que é uma boa oportunidade para gastar com o que é desinteressante, o Tribunal estará fiscalizando. A gente está exigindo que a prestação de conta seja feita de forma detalhada explicando como os recursos foram gastos nesse período do coronavírus”, disse.

Rádio Jornal