O Sabadão – Brasil um país de assassinos de trânsito

Por Sérgio Leão

O Brasil é considerado o quinto país onde ocorrem mais mortes por acidentes de trânsito no mundo, e a segunda maior causa deste sinistro quadro obituário é por conta de motoristas alcoolizados dirigindo e matando inocentes em todos os recantos do país. Um absurdo sem tamanho que precisa ser contido pelas autoridades punindo severamente estes criminosos do volante, nas ruas e estradas brasileiras. São mais de 45 mil mortes por ano e 600 mil pessoas ficam com sequelas permanentes, proporcionando um prejuízo sem precedentes para os familiares e até para o sistema Único de Saúde (SUS Objetivando diminuir o número de acidentes foi criada a Lei Ordinária 13.546 do Código de Trânsito Brasileiro, que aumenta a punição para os bêbados assassinos de trânsito que causar mortes no trânsito, que antes era de 2 a 4 anos, passando para 5 a 8 anos de reclusão. O problema é tão grave que as autoridades já estudam punições mais severas ainda, uma vez que hoje a maioria dos motoristas assassinos, estão livres e o que é pior: dirigindo bêbados novamente, o que mostra ser o Brasil um país de leis ultrapassadas, onde a vida de inocentes é o que menos importa para os legisladores, que o próprio povo escolhe a cada eleição.

Na cidade de Bezerros, localizada no Agreste de Pernambuco, existe uma parte da população que prefere desconhecer todas estas estatísticas fúnebres e recentemente na festa de São João no povoado de Serra Negra, o DETRAN montou um esquema para conter a sanha dos ébrios ao volante, e como era de esperar, vários deles foram flagrados com teor alcoólico abusivo, após se submeterem ao teste do bafômetro, sendo imediatamente penalizados dentro das leis de trânsito do país. Ocorre que no ano anterior os motoristas bêbados burlaram a fiscalização pegando um atalho situado antes do ponto de apoio, uma forma semelhante a utilizada por meliantes quando querem fugir da polícia, só que ninguém consegue enganar as autoridades por muito tempo e este ano o DETRAN posicionou-se antes deste atalho e a casa caiu para os condutores que vinham bem alegrinhos da festa serrana. O resultado foi desastroso para quem ousou passar dos limites: apreensão e perda de pontos na CNH e multas de valor elevado; impressiona saber que quase todos os motoristas flagrados são de Bezerros o que denota uma negligência por parte dos nossos conterrâneos, haja visto que motoristas de outras localidades preferem respeitar as leis e terminarem os festejos sem problemas para resolver no DETRAN, uma maneira inteligente de se divertir. Há sempre uma grita dos errados, sem muita ressonância entretanto, já que mais de 70% dos forrozeiros apoiam literalmente a ação do DETRAN, pois assim asseguram uma maior tranquilidade para os milhares de turistas que a cada ano buscam mais o São João de Serra Negra.

Facebook Twitter Email