Maestro Toinho é o homenageado do Baile Municipal

Não precisa ir muito longe pra encontrar alguém que conhece o maestro Toinho, nome popular que ganhou após alguns anos à frente da Banda Musical Cônego Alexandre. Ele que pode-se dizer um amigo de um milhão de amigos, é o homenageado escolhido pelo Prefeito Breno para o Baile Municipal de Bezerros.

Antônio Edivaldo da Silva, filho da popular Dona Maria do Salgado, ou melhor, Maria Pezão. Vem de berço humilde, lá pelas bandas do “Saiga” (hoje é o bairro Irmã Júlia), onde corria na rua como todo moleque na sua idade, ali nos idos dos anos de 1980 pra 1990. Tem 3 irmãos, todos do mesmo berço da simplicidade, também de caráter sem igual.

Ainda molecote, inventou de ir pra banda assoprar um instrumento. “Bora aprender a toca”? Mas tocar o que? Era assim que acontecia numa época em que não se sabia muita coisa sobre as novidades da música, nem haviam vídeos ou internet pra compartilhar. Dali pra frente, na Banda Cônego Alexandre – onde ele faz questão de dizer que é uma parte da sua vida – Toinho foi ganhando fôlego, perdão pelo trocadilho  pra quem toca instrumento de sopro.

Teve aulas de música com grandes maestros, entre eles o saudoso Capitão Guilherme. Um mestre que entre afagos e mão de ferro, mostrou como se toca de verdade. Seu instrumento que lhe fisgou foi o trompete, de sonoridade aguda, daqueles que chamam bem a atenção, o levou onde ele não esperaria. Tocou em festivais, foi primeiro trompete da banda, viajou com bandas de forró, conjuntos de pagode, orquestras de frevo, charangas e até enterros. Sim, Toinho teve que tocar em momentos tristes, faz parte da vida do músico também.

Além da paixão pela Cônego Alexandre onde foi e é músico, passou como professor, diretor administrativo e regente, ele se enveredou pelas bandas marciais, tocando e regendo várias delas, a mais conhecida, no antigo Centro de Educação Rural Eurico Queiroz, hoje Erem EEQ.

De versatilidade e malemolência de um cara que venceu na vida, a música é o sangue de Toinho. Quem conhece já sabe, “aquele moreno que toca”. Foi através dela que ele venceu na vida, superou enormes desafios, conheceu a esposa, constituiu família e leva o pão nosso de cada dia para a mesa.

Uma bela escolha e mais que merecida nesses 18 anos de Baile Municipal.

Jovem tenta esfaquear a mãe após ela pedir para ele desligar o vídeo game

Um jovem de 20 anos foi detido nessa segunda-feira (27) após tentar esfaquear a própria mãe em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano. Segundo informações da Polícia Militar (PM), o suspeito teria tentado esfaquear a mãe porque ela teria proibido ele de jogar videogame.

Ainda de acordo com a PM, o jovem foi até a cozinha após a mãe ter pedido para ele parar de jogar videogame, pegou uma faca e tentou desferir golpes. A mãe conseguiu tomar a faca e chamou a polícia.|

O suspeito foi detido e levado para a delegacia, onde teria contado uma outra versão do fato. Segundo a polícia, o jovem já responde por porte ilegal de arma de fogo na Comarca de Gravatá, também no Agreste do estado, onde teria saído sem autorização judicial.

NE10

Coluna Politicando

Estamos começando a vivenciar um dos melhores momentos de nossa cidade. Me refiro ao período carnavalesco, a cidade e as pessoas esquecem os problemas, e embora alguns sejam contra a realização do carnaval, diga-se de passagem “uma minoria”, há quem saiba que o nosso Carnaval gera sobretudo: alegria e muita renda a partir dos empregos criados nos dias de folia.

1. Bloco na rua: A secretaria de Turismo começa a realizar hoje os ensaios de prévia do carnaval dos Papangus. A partir deste domingo, grupos de danças e orquestras de frevo saem da Praça São Sebastião com destino ao centro da cidade. O ensaio de carnaval foi algo criado em 2013 pelo ex-secretário de juventude Lucivaldo Nascimento, quando realizou um ensaio com a banda Cônego Alexandre em praça pública, no ano seguinte a secretaria de Turismo adotou a ideia.

2. Orquestras nas ruas – A tradição de manter orquestras no nosso carnaval é valiosa, tanto que os turistas procuram além do papangu, o som do frevo tradicional. O ex-prefeito Branquinho acertou quando vetou a possibilidade dos paredões de som nos blocos da cidade. Houve naquela ocasião vereador que defendesse a tese, mas o movimento não cresceu e a proposta ficou no caminho.

3. Papel da imprensa – A imprensa institucional da prefeitura, já vem trabalhando super bem. Já é possível ver diversas notícias em relação ao carnaval da cidade em blogs locais e na imprensa do estado. Isso também porque o nosso carnaval é o terceiro maior do estado. E o maior do interior.

4. Economizar para pagar em dia – A secretaria de Turismo e a prefeitura devem colocar os pés firmes para garantir uma boa programação e com economia. Para garantir os pagamentos das atrações em dia, não dar pra manter a tradição de realizar um evento apenas quando pagar outro. A fama de um ruim pagador vem de velhos carnavais, e essa tradição ela de fato precisa morrer.

5. Politicando no carnaval – Não faltam visitas de grupos politicos no carnaval desse ano, embora não se confirme, mas Raul Henry (MDB) ligado ao presidente da Câmara e Mendocinha (DEM) ligado a Lucielle Laurentino devem ser presença garantida. Já os deputados da Prefeito Breno Borba nem precisa citar porque todos os anos ja estavam aqui. Não custa reforça que o evento deve ser vitrine de oportunidades pra chamar a atenção dos eleitores. É bom ficar de olho!

6. Por falar em Mendocinha – Decorridos dois anos da eleição para deputados o ex-ministro de educação do governo Temer não deu o ar da graça em aparacer por Bezerros. Alias isso é um ponto negativo na eleição de Lucielle Laurentino (DEM). Outro fator que não pegou bem foi o aparecimento ao lado de um vereador do PSB. Na politica não pode se errar demais. Lucielle não faz questão de dizer em público pra não agregar comentários que não queira ouvir, mas todos sabem que sua alavanca pra política é o democrata Mendoncinha de Belo Jardim.

7. Presença de Paulo Câmara em Bezerros – apesar de ter uma avaliação ruim no estado, o governador é bem avaliado na cidade. Prova disso é a presença de muitas lideranças politicas em mais uma de suas vindas a cidade. Câmara esteve na estação de tratamento de agua que está sendo realizada nas proximidades do antigo Distrito Industrial.

8. Mudança do Prédio da Rádio – A entidade mantenedora da Rádio 104 FM aguarda apenas autorização da Anatel para realizar sua mudança, o prédio está 100% finalizado e novos equipamentos e imobiliários foram adquiridos para compor a funcionabilidade da emissora. Cabe destacar que apesar de doações de alguns empresários da cidade, o prédio e os equipamentos foram adquiridos com recursos próprios frutos de parceria realizadas ao longo do trabalho e esforço da equipe.

9. Partido de Olho nas eleições – Os partidos políticos já estão todos se mobilizando para apresentarem os seus pré candidatos a vereadores. Na chapa que apoia o prefeito Breno Borba, é possível ver o PSB, PDT, PSD, PHS e o solidariedade já se definindo quando apresentar nomes a vereança. Já o partido do presidente da Câmara e o DEM de Lucielle apresentam dificuldades de terem nomes dispostos.

10. Representante de Encruzilhada – Já fazia pelo menos uns 20 anos que a comunidade de Encruzilhada de São João não elegia nenhum representante de sua comunidade. Até que nas ultimas eleições se uniram e deram um bom resultado ao empresário Erivaldo da Carne de Sol, após seu mandato parece que a comunidade não anda satisfeito com sua postura. Tanto que outro nome aparece como forte para eleições 2020, trata-se de Rogério de Natal, o jovem tem uma habilidade grande na política e já vem sem mandato realizando diversos trabalhos pela sua comunidade. Essa semana por exemplo, por articulação sua ele conseguiu junto ao prefeito Breno a iluminação da quadra do Colégio Nelson Castanha.

E aí se gostou, curte aí para gente continuar se encontrando todo domingo.