Depois de autorizar a reabertura do comércio, Petrolina recua e determina quarentena por 14 dias

Uma das primeiras cidades a anunciar a reabertura das atividades econômicas em Pernambuco, Petrolina, no Sertão, decidiu recuar e proibir o funcionamento do comércio, shoppings, feiras livres, parques e serviços públicos durante 14 dias, a partir da próxima segunda-feira (13).

De acordo com a prefeitura, a decisão foi tomada após o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus municipal identificar uma tendência de crescimento de contágio na cidade, assim como de casos confirmados e na ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O comitê atribui ao maior fluxo de pessoas nas ruas no período junino e ao clima da região o impulsionamento de síndromes gripais e de infecções pelo novo coronavírus. Segundo o município, o objetivo de retornar à quarentena é “evitar a chegada de um nível crítico para o quadro geral epidemiológico relacionado a pacientes com covid-19 na cidade”.

Pelo Plano de Convivência Contra a Covid-19 do governo estadual, Petrolina está na etapa 4, portanto, autorizada a abrir lojas do varejo, shoppings (30% da capacidade), salões de beleza e serviços de estética, concessionárias e serviços de locação de automóveis e vistoria e construção civil. O município, porém, tem autonomia para tomar medidas mais restritivas, quando julgar necessário.

A prefeitura informou que uma nova reunião será realizada ao fim do prazo, em 26 de julho, para reavaliar a situação. A partir do quadro epidemiológico, um parecer será emitido para embasar o cronograma de retomada das atividades.

O município conta com 1499 casos confirmados da Covid-19 e chegou a 35 óbitos, de acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde.

Ne10

O Sabadão – Distanciamento social e distanciamento de Deus

Por Sérgio Leão

Não sendo eu nem um exemplo de santidade, porém escrevendo muitas vezes nesta coluna sobre as questões divinas, para comparar o atual momento que vivemos com o que está escrito, pode ser que alguém ache que estou sendo hipócrita, mas eu explico: se no pior momento da humanidade neste século, não buscarmos no Divino uma saída, como poderemos encontrá-la, afinal a ciência está diante de um grande desafio, até agora vencido pelo inimigo invisível. Assim, não temos caminhos a seguir rapidamente na Terra, em busca da solução contra a COVID 19, que já levou mais de meio milhão de pessoas! As medidas limitadoras que temos e mãos, são insuficientes para nos  protegermos, mesmo mantendo a distância com os nossos convivas, pois esbarramos nas pessoas desobedientes e também nas pessoas que têm extrema necessidade de saírem de suas casas para conseguirem a sobrevivência e ainda os que estão na linha de frente nesta luta desigual, já que as nossa armas são infinitamente limitadas diante da pandemia que assombra o planeta em todos os sentidos Some-se a estas dificuldades, a criminosa omissão da verdade por parte de órgãos de imprensa, visivelmente envolvidos na canalhice nacional, os sucateados hospitais do país, a carência absurda de requisitos e insumos médicos para salvar vidas e tantas outras mazelas próprias de um Brasil que se habituou a tudo que há de pior na história da humanidade.

Com o fracasso do distanciamento social, em virtude de vários fatores sociais, além dos citados no paragrafo anterior, resta-nos a esperança no também invisível Criador de tudo, Deus! Mormente, seria a única solução, entretanto, mesmo com a demonstração da nossa incapacidade e da nossa insignificância, está definitivamente constatado que a humanidade não saiu do lugar que ocupa, onde reina o materialismo em detrimento de uma espiritualidade exigível em ocasiões funestas como a que ora passamos. Nem a proximidade da morte de milhões de viventes, tem sido motivo para cada um se olhar no espelho da vida e entender que no próximo segundo poderemos estar entubados em uma UTI e depois sermos jogados em valas comuns sem termos nem ao menos o direito de um sepultamento com os nossos familiares presentes. Desta forma vamos seguindo a linha errônea, e caso não soframos uma grande metamorfose mundial, em breve sentiremos o quão amargo é o destino do caminho, por nós seguido, através de uma infinidade de atos maliciosos e infiéis, que certamente nos fará padecer, diante da séria advertência, de como Deus é fundamental para enfrentarmos a crise que passamos, como bem disse o profeta Jeremias, ao escrever sobre o distanciamento de Deus.

Cabines de desinfecção são instaladas no centro

Preocupada com o aumento de circulação de pessoas no centro após a retomada e reabertura de alguns setores, a Prefeitura de Bezerros instalou cabines de desinfecção em pontos estratégicos do centro de Bezerros.

São três equipamentos que servem como borrifadores automáticos para que os pedestres ao adentrarem recebam um jato de desinfecção, eliminando riscos de transmissão da Covid-19.

Barragem de Jucazinho está com 38% de capacidade, veja imagens

Jucazinho, localizada em Surubim, está com 38% de sua capacidade. O acúmulo de chuvas nos ultimas dias elevou o nível do reservatório que é responsável pelo abastecimento de Caruaru e outras dezenas de cidades do agreste. Veja nas imagens de Renata Araújo.