EM DEPOIMENTO AO MPF, EX-FUNCIONÁRIA DO GABINETE DE BOLSONARO ADMITE QUE NUNCA FOI EM BRASÍLIA

Apontada como funcionária fantasma do então deputado Jair Bolsonaro, na Câmara dos Deputados, Walderice Santos da Conceição, conhecida também como “Wal do Açaí”, admitiu em depoimento ao MPF (Ministério Público Federal) que nunca esteve em Brasília. O vídeo com a gravação do depoimento foi obtido pelo jornal “O Globo”.

– Procuradores perguntam: “A senhora tomou posse aqui em Brasília? Como é que foi a posse da senhora?”

– Walderice responde: “Não, não foi em Brasília. Eu nunca fui a Brasília”.

Em janeiro de 2018, o jornal “Folha de S.Paulo” revelou que Walderice figurava desde 2003 como um dos 14 funcionários do gabinete parlamentar de Bolsonaro, em Brasília, recebendo um salário bruto de R$ 1.351,46.

A reportagem foi até Angra dos Reis (RJ), onde constatou que a servidora, na verdade, trabalhava em um comércio de açaí na mesma rua onde fica a casa de veraneio de Bolsonaro, na pequena Vila Histórica de Mambucaba. Na ocasião, a Folha gravou relatos de moradores confirmando que o marido de Walderice seria o caseiro do imóvel.

“Wal do Açaí” só foi exonerada do cargo no gabinete após a divulgação da denúncia sobre o caso.

UOL

ANDRÉ DE PAULA (PSD) PODE SER FIADOR DO PROJETO DE MARÍLIA ARRAES

Decidida a deixar o Partido dos Trabalhadores para disputar uma eleição majoritária, a deputada federal Marília Arraes deverá confirmar a ida para o Solidariedade, que tem apenas 13 deputados federais, portanto uma legenda considerada pequena para um projeto tão grande com vistas ao governo de Pernambuco, o que obrigaria Marília a ter que escolher uma composição de Senado com a tucana Raquel Lyra.

Porém, nos últimos dias a parlamentar tem consolidado uma relação extremamente harmoniosa com o deputado federal e presidente estadual do PSD, André de Paula. Este, por sua vez, tem o projeto de ser candidato a senador, a priori, na Frente Popular, mas viu a chegada do PT para a aliança com o PSB como um obstáculo quase intransponível para levar adiante o seu projeto, o que lhe obrigaria a ter que reavaliar o plano de ser senador ou a manutenção da sólida aliança com o PSB, que já dura dez anos.

A essa altura do campeonato, sem perspectivas de montagem segura da sua chapa proporcional, André de Paula poderá avançar de forma significativa no entendimento com Marília, tornando-se um fiador do projeto dela. Extremamente hábil, competente e articulado, André seria o companheiro de chapa dos sonhos de Marília, que daria a ela a estrutura partidária que lhe faltaria no Solidariedade. Com 35 deputados federais eleitos em 2018, o PSD junto com o Solidariedade daria a Marília Arraes um tamanho em termos de tempo de televisão e fundo eleitoral próximo ao do PT.

A aliança do PSD com o Solidariedade pode significar a chegada de outros partidos, tanto da oposição quanto da situação, o que daria um novo desenho no quadro eleitoral de sucessão de Paulo Câmara, exigindo dos atores envolvidos uma nova avaliação para a continuidade de seus respectivos projetos.

BEZERROS

O PSD em Bezerros elegeu quatro vereadores e fez dois suplentes com capacidade de eleição garantida, sendo Sandro Silva e Roberto da Câmara. André ainda tem fortes ligações com o ex-vereador Caca e mantém diálogo constante com a direção municipal do partido.

Com informações do blog Edmar Lyra

AGRICULTORES SÃO BENEFICIADOS COM DISTRIBUIÇÃO DE SEMENTES

A Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Sustentável de Bezerros entregou, na última sexta-feira (18), sementes de milho aos produtores rurais do município.

Comunidades como Lagoa Nova, Raposa, Serra de Aires e Olho D’Água foram algumas das beneficiadas com sementes de milho híbrido, uma espécie potencialmente mais produtiva que os outros tipos e que também apresenta maior uniformidade de plantas e espigas.

Assessoria Prefeitura

INFLAÇÃO DA CESTA BÁSICA TEM AUMENTO DE MAIS DE 12%

A inflação dos alimentos que compõem a cesta básica chegou a 12,67% no acumulado de 12 meses até fevereiro no Brasil, aponta estudo produzido por professores do curso de economia da PUCPR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná).

Com o resultado, o indicador voltou a ficar acima do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), o que não ocorria desde outubro do ano passado. Até fevereiro, o IPCA teve avanço de 10,54% em 12 meses.

A variação da cesta básica ganhou mais força no início de 2022. Assim, ficou novamente acima do índice geral de inflação do país.

Segundo o estudo, os 13 alimentos da cesta subiram no mês passado. Os maiores avanços foram verificados na batata-inglesa, que disparou 23,49%, e no feijão-carioca, que aumentou 4,77%.

No acumulado de 12 meses, a maior alta foi a do café em pó: 61,19%. Em seguida, aparece o açúcar cristal, que subiu 36,30% em igual período. A produção de ambos foi prejudicada pela crise hídrica e por geadas no ano passado.

Folha