CPI Covid- Bolsonaro tentou mudar bula da Cloroquina e afirmou “contaminar todo mundo”, disse Mandetta

Em depoimento durante interrogatório da CPI da Covid, Luiz Henrique Mandetta, afirmou, nesta terça-feira (04), que o presidente Jair Bolsonaro cogitou publicar um decreto que alterasse a bula do medicamento Cloroquina. De acordo com o ex-ministro da Saúde, o objetivo seria recomendar o uso do remédio para tratamento da covid-19, e o tema teria sido debatido em uma reunião quando Mandetta ainda estava à frente do ministério.

“Havia sobre a mesa um papel não timbrado, de um decreto presidencial, para que fosse sugerido naquela reunião que se mudasse a bula da cloroquina na Anvisa. Colocando na bula a indicação da Cloroquina para coronavírus”, afirmou Mandetta, que revelou ter sido chamado para uma reunião no Palácio do Planalto, ao chegar na sala presidencial e ter visto a proposta que alteraria a bula do medicamento da cloroquina.
Ainda segundo ele, Jair Bolsonaro (sem partido) teria defendido a contaminação em massa da população. A declaração foi dada ao responder o questionamento feito pelo senador pernambucano Humberto Costa (PT). O ex-ministro confirmou que a frase foi dita a seguinte frase em um evento no município de Águas Lindas de Goiás, em abril de 2020, ao governador do estado, Ronaldo Caiado (DEM): “vamos contaminar todo mundo logo de uma vez”.

Empresário bezerrense está desaparecido

O popular Geraldinho Mariano de 63 anos está desaparecido desde a noite deste domingo (02). De acordo com a família, Geraldinho não tem problema de saúde que expliquem o desaparecimento, o que deixa a família ainda mais apreensiva.
Informações que ajudem nesse caso, ligar para 081 9 9705-4171

Bezerros24h

Prefeitura confirma entrega de 40 toneladas de alimentos

A Prefeitura de Bezerros confirmou a entrega de mais de 40 toneladas de alimentos, do kit de merenda do Programa Nacional de Alimentação Escolar ( PNAE). Na última semana, os gêneros alimentícios foram entregues nas quatro creches e dez escolas da zona urbana do município. Ao todo, 38 unidades educacionais serão contempladas com os kits.

Segundo a Secretaria de Educação, os alimentos atendem mais de 6.600 estudantes, sendo 4.221 alunos da área urbana e 2.386 da zona rural, matriculados nas creches e escolas das zonas urbana e rural. Cada aluno recebe um kit de merenda que é composto por dez gêneros alimentícios, sendo eles: açúcar, arroz parboilizado, bolacha, farinha de mandioca, feijão macassar, floco de milho, leite em pó integral, xerém, sardinha e proteína de soja.