Maestro Toinho é o homenageado do Baile Municipal

Não precisa ir muito longe pra encontrar alguém que conhece o maestro Toinho, nome popular que ganhou após alguns anos à frente da Banda Musical Cônego Alexandre. Ele que pode-se dizer um amigo de um milhão de amigos, é o homenageado escolhido pelo Prefeito Breno para o Baile Municipal de Bezerros.

Antônio Edivaldo da Silva, filho da popular Dona Maria do Salgado, ou melhor, Maria Pezão. Vem de berço humilde, lá pelas bandas do “Saiga” (hoje é o bairro Irmã Júlia), onde corria na rua como todo moleque na sua idade, ali nos idos dos anos de 1980 pra 1990. Tem 3 irmãos, todos do mesmo berço da simplicidade, também de caráter sem igual.

Ainda molecote, inventou de ir pra banda assoprar um instrumento. “Bora aprender a toca”? Mas tocar o que? Era assim que acontecia numa época em que não se sabia muita coisa sobre as novidades da música, nem haviam vídeos ou internet pra compartilhar. Dali pra frente, na Banda Cônego Alexandre – onde ele faz questão de dizer que é uma parte da sua vida – Toinho foi ganhando fôlego, perdão pelo trocadilho  pra quem toca instrumento de sopro.

Teve aulas de música com grandes maestros, entre eles o saudoso Capitão Guilherme. Um mestre que entre afagos e mão de ferro, mostrou como se toca de verdade. Seu instrumento que lhe fisgou foi o trompete, de sonoridade aguda, daqueles que chamam bem a atenção, o levou onde ele não esperaria. Tocou em festivais, foi primeiro trompete da banda, viajou com bandas de forró, conjuntos de pagode, orquestras de frevo, charangas e até enterros. Sim, Toinho teve que tocar em momentos tristes, faz parte da vida do músico também.

Além da paixão pela Cônego Alexandre onde foi e é músico, passou como professor, diretor administrativo e regente, ele se enveredou pelas bandas marciais, tocando e regendo várias delas, a mais conhecida, no antigo Centro de Educação Rural Eurico Queiroz, hoje Erem EEQ.

De versatilidade e malemolência de um cara que venceu na vida, a música é o sangue de Toinho. Quem conhece já sabe, “aquele moreno que toca”. Foi através dela que ele venceu na vida, superou enormes desafios, conheceu a esposa, constituiu família e leva o pão nosso de cada dia para a mesa.

Uma bela escolha e mais que merecida nesses 18 anos de Baile Municipal.

Jovem tenta esfaquear a mãe após ela pedir para ele desligar o vídeo game

Um jovem de 20 anos foi detido nessa segunda-feira (27) após tentar esfaquear a própria mãe em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano. Segundo informações da Polícia Militar (PM), o suspeito teria tentado esfaquear a mãe porque ela teria proibido ele de jogar videogame.

Ainda de acordo com a PM, o jovem foi até a cozinha após a mãe ter pedido para ele parar de jogar videogame, pegou uma faca e tentou desferir golpes. A mãe conseguiu tomar a faca e chamou a polícia.|

O suspeito foi detido e levado para a delegacia, onde teria contado uma outra versão do fato. Segundo a polícia, o jovem já responde por porte ilegal de arma de fogo na Comarca de Gravatá, também no Agreste do estado, onde teria saído sem autorização judicial.

NE10

O Sabadão – O trágico destino do trabalhador do Brasil e as mordomias hospitalares dos culpados

Por Sérgio Leão

Pautado em fatos reais e recorrentes no Brasil, o Sabadão deste final de semana, traz uma realidade dura, cruel e covarde a que são submetidos os trabalhadores e homens de bem deste país ao envelhecerem ou caírem em situações de enfermidades graves, que os impedem de continuar a trabalhar. Habituados a estafante lida diária, com salários desmoralizantes, sem direito a quase nada, os trabalhadores brasileiros vivem se arriscando, em muitas profissões, porém não têm seus direitos respeitados, tanto pelos patrões mercenários, como pelos bandidos que comandam o poder central do Brasil. Sem planos de saúde, a imensa maioria dos homens de bem do Brasil, vivem a suplicar ao Senhor pela saúde, pois são irremediavelmente impedidos de adoecerem porque se isso acontecer serão imediatamente jogados ao lixo sem piedade, e ainda têm que acatar as injustiças da previdência nacional, sendo que muitos morrem sem conseguirem a aposentadora medíocre deste país, mesmo tendo trabalhado desde criança até o dia em que viraram estatísticas do apodrecimento que acontece nos leitos e corredores dos hospitais horripilantes do SUS.

Paralelamente a esta drástica situação, vem o outro lado da história, onde os culpados por tudo de ruim que acontece com o povo brasileiro, além de se aposentarem sem nenhuma dificuldade criada pelo INSS, ainda desfrutam de planos de saúde milionários, pagos justamente com o dinheiro dos impostos dos trabalhadores que agonizam nos hospitais públicos. Aposentam-se com salários exorbitantes e quando são acometidos de qualquer enfermidade, desfrutam dos melhores hospitais do mundo que mais parecem hotéis de 05 estrelas, com quartos suntuosos, equipamentos de última geração e atendimento médico com profissionais do mais alto quilate da medicina mundial; ambulâncias aéreas, jardins suspensos, notbooks, matérias médicos hospitalares importados e alimentação refinada para eles e para seus acompanhantes que dormem em leitos tão confortáveis que quando voltam pra casa sentem saudades. E assim será até que Deus dê um jeito porque do Brasil nada se pode esperar, em razão da infinita quantidade de bandidos engravatados nos três poderes e uma imensa parcela da população pobre deste país que nem na hora da morte têm um sepultamento digno, enquanto os políticos que eles reelegem ano após ano, são sepultados em urnas climatizadas, compradas com o dinheiro dos pobres diabos; neste cenário a igualdade só chega na hora do julgamento final, quando os culpados são enviados a morada de satanás e os outros …