Em Caruaru, dono de loja que desrespeitou medidas de prevenção desacata servidora e é conduzido a delegacia

Em Caruaru, um empresário precisou ser encaminhado até a delegacia para responder por desacato a uma servidora que estava atuando na comitiva do grupo fiscalizador das medidas de prevenção do COVID – 19. O estabelecimento em questão não se enquadrava dentro dos comércios que oferecem serviços essenciais.

“O autor do fato foi encaminhado à delegacia de plantão onde foi autuado em flagrante pelos crimes de ameaça (art. 147), desacato (art. 331) e Infração de medida sanitária preventiva (art. 268). Foi arbitrada fiança para que o imputado responda o processo em liberdade”, afirmou o secretário executivo de Ordem Pública, Dyego Veras, que acompanhou toda a ação.

Facebook Twitter Email