Governo do estado recomenda redução no intervalo entre doses da Pfizer

As pessoas que tomaram na primeira dose, a vacina da Pfizer contra a Covid-19, não terá mais que esperar três meses para receber a segunda. Na última quinta-feira (9), o secretário estadual de Saúde, André Longo, anunciou que os municípios estão autorizados a reduzir o intervalo entre as aplicações para 60 dias.
Assim como ocorre com a vacina da Oxford/AstraZeneca, a redução no prazo poderá ser feita caso a prefeitura tenha doses disponíveis no estoque.
Facebook Twitter Email