O Sabadão – Briga de cachorro grande

Por Sérgio Leão

Em meio a grave crise que assola o planeta Terra, com mais de 5 milhões de pessoas infectadas por um vírus mutante que vem cada dia fazendo gato e sapato da ciência, e já levou as vidas de mais de 400 mil pessoas, no Brasil, além da insanidade da população, ainda estamos sendo obrigados a assistir uma verdadeira orgia, vivida entre o presidente Bolsonaro e governadores de vários estados, principalmente do Nordeste, onde o povo sofre sem emprego e forma filas gigantescas em frente a agências bancárias e casas lotéricas, em busca de um auxílio emergencial que mau dá para comprar comida; enquanto isso os cachorros grandes, travam uma briga sem precedentes que a mídia expõe diariamente, para desespero dos brasileiros conscientes do que tá rolando e não têm nenhuma dúvida que logo o pau vai quebrar nos espinhaços do povo pobre e trabalhador deste país. Sem papas na língua Bolsonaro não pensa duas vezes e faz acusações e chacotas contra os governadores, que por suas vezes, se aproveitam da situação para armarem arapucas contra o presidente e esquecem que no momento o povo brasileiro precisa de união entre os poderes para se livrar da pandemia que assombra o país.

Com todas as mordomias possíveis, os cachorros grandes brigam de manhã e meio dia se encontram em suntuosos  gabinetes de onde saem com as caras mais cínicas do mundo, como se lá tivessem encontrado as soluções que o Brasil precisa para diminuir a aflição do povo. Liberam bilhões de reais para as prefeitura mas o dinheiro não  chega e os gestores de cidades sem recursos veem-se encurralados pelo vírus e pelo povo desinformado que os acusam injustamente de estarem embolsando a grana. A contenda continua a cada momento, pois o ego e a malícia dos envolvidos não permite uma trégua em favor da população, e assim todos saem derrotados, exceto eles, os canalhas, que formam em Brasília uma escória asquerosa, responsável por tudo que há de mais nojento neste país; pra completar o desalento, ainda testemunhamos nas redes sociais, os cachorros vira latas latindo fino e se engalfinhando para defenderem os cachorros grandes, cada um roendo seu ossinho seco sem carne nem tutano.

Facebook Twitter Email