O Sabadão – Diabo em forma de gente

Por Sérgio Leão

As conclusões da Polícia Civil do Rio de Janeiro, após concluídas as investigações do assassinato do pastor Anderson, apontam  a deputada federal Flordelis, como arquiteta do plano diabólico que culminou com a morte do pastor, marido da deputada, com participação efetiva de 05 dos filhos do casal, que aliás tinha mais de 50 filhos e apenas um era biológico, sendo os outros todos adotivos, o que já mostra a anormalidade do casal de falsos profetas. Pra completar o lado sinistro desta desgraça, o único filho biológico é acusado de ser o autor dos disparos contra o próprio pai. A deputada que fez uma encenação digna dos grandes dramaturgos gritava contra o aborto, prostitutas e homossexuais em suas pregações evangélicas, taxando estas coisas como coisas do diabo, e gritava de forma histérica que todos seriam enviados de satanás e lutavam contra a vida. Não é de hoje que pastores conseguem enganar milhões de fiéis, com encenações que mais parecem peças de teatro, porém a realidade para eles é outra: comercializar o nome de Jesus Cristo, praticando lavagens cerebrais que atingem milhões de pessoas, principalmente os mais pobres que os fartam com fortunas, através do tal dizimo.

Desde o início da comercialização do nome do Jesus Cristo, os falsos profetas  criaram a figura do diabo, como um demônio vermelho de tridente nas mãos, com chifres e cascos, fazendo desta forma com que suas aspirações atingissem sucesso, pois o povo desse mundo habituado aos piores pecados existentes desde a criação, morre de medo do inferno e  busca dentro de templos religiosos se esconderem do diabo, sem no entanto entenderem que a murrinha está ali  mesmo, bem pertinho e de ternos ou vestidos finos, pregando ilegitimamente os dons do Espirito Santo. Representantes da maldade suprema, os pseudoprofetas, enchem os bolsos de forma avassaladora e assim como a pastora e deputada assassina, muitos também conseguem se eleger para diversos cargos políticos o  que os tornam inimputáveis perante a lei até que se comprove realmente a verdade sobre seus crimes,  e isso as vezes dura anos e anos. O maior adversário de Deus nunca foi  vermelho nem teve chifres e cascos, muito pelo contrário, morava no céu e tinha olhos azuis, porém tornou-se inimigo do Seu Criador e até hoje isto se ratifica na terra, com inúmeras constatações  de que o ser humano em grande parte é um verdadeiro diabo em figura de gente.

Facebook Twitter Email