O Sabadão – Mimimi da COVID 19

Por Sérgio Leão

Vivendo sempre em situação de risco, por não ter os direitos básicos garantidos, grande parte do povo brasileiro, vê-se agora em situação de altíssimo risco, com a chegada ao Brasil, da COVID 19, doença que assombra os quatro cantos do mundo, com milhares de pessoas perdendo as vidas, sem que a ciência consiga barrar o avanço do coronavirus, que chegou com força total. Mas o brasileiro sempre encontra um jeitinho de polemizar situações, e assim como no futebol e na política agora não está sendo diferente e grande parte dos brazukas já se tornou expert nos conhecimentos sobre a COVID 19, mas também politizou o problema de forma cômica mesmo sendo trágica. As redes sócias definitivamente se transformaram em um verdadeiro campo de batalha entre partidários do presidente Bolsonaro e petistas, uma disputa inglória que nada soma de positivo neste momento crucial par a economia do país; todos os assuntos extremamente científicos e que exigem conhecimento profundo têm servido de argumentos para os fanáticos acusarem ou defenderem seus “heróis”, num mimimi sem precedentes, ora é a cloroquina, ora é o isolamento social, ou até sobre os culpados de um problema que nasceu na China e corre o mundo velozmente deixando a mostra a fragilidade humana diante de inimigos invisíveis.

O mimimi também divide os internautas, sobre o carnaval, uns dizendo que não era, outros que era pra ter acontecido, e até alguns médicos, fazem lives e vídeos para a rede, discordando da Organização Mundial de Saúde (OMS), colocando ainda mais dúvidas nas cabecinhas desmioladas da maioria da população brasileira, que insiste em desafiar o perigo e muitos nem as simples máscaras querem usar, sob o argumento de que não há lei que obrigue ninguém a usar. Fake News invadem nossos lares através dos celulares que ficam 24h no ar diariamente, como uma arma perigosa, pois além dos que se dividem politicamente, existem milhares de oportunistas que se aproveitam da situação caótica para aplicarem diversos tipos de golpes, via internet, pegando de jeito os desavisados que por suas vezes também buscam tirar proveito próprio da situação. Nas ruas das cidades, os que desobedecem as recomendações inventam mil histórias, todas sem nenhum fundamento, outros mentem e duvidam dos números da doença e outros ficam na espreita de algo ruim para alardearem aos quatro cantos a notícia, muitas vezes aumentadas e falsas. A cada novo problema surgido, logo aparece paralelamente, este exército de brasileiros sem serventia que só fazem alimentar o mimimi da COVID 19.

Facebook Twitter Email