Por meio da Compesa, Governo de Pernambuco anuncia ampliação do abastecimento d’água em Gravatá e Bezerros

Nesta quarta-feira (10), a presidente da Compesa, Manuela Marinho, acompanhada pelo diretor Regional do Interior da Companhia, Mário Heitor, e pelo deputado Estadual, Waldemar Borges, cumpriu agenda no Agreste vistoriando investimentos da Compesa em municípios da região. Na ocasião, foi um dos grandes investimentos do Governo do Estado e da Compesa para incrementar o abastecimento para a população. Será o transporte de água da Barragem de Jucazinho para atender Gravatá e Bezerros com uma vazão de 80 litros por segundo. A ampliação de oferta de água está em fase de testes e prevê a diminuição do rodízio nas cidades.

Pelo projeto, a água recebida de Jucazinho será tratada na Estação de Tratamento de Água (ETA) Bezerros e, em seguida, distribuída para a própria cidade de Bezerros e para a vizinha Gravatá. Para isso, a Compesa executou a obra de ampliação da ETA, um investimento de R$ 9 milhões entregue esse mês ao município. Durante a reunião com a prefeitura de Gravatá, a presidente da Companhia reforçou a intenção da Compesa em manter sempre ativa a linha de diálogo com os municípios.

“A Compesa está, como sempre, empenhada em estreitar a relação da empresa com os municípios, especialmente nesse início de trabalho da nova gestão municipal. No Agreste, já realizamos grandes entregas para aumentar a oferta de água na região, que tem a menor disponibilidade hídrica por habitante, e estamos aqui apresentando os investimentos e o nosso planejamento de trabalho para garantir mais água para a população e elevar o índice de cobertura de esgoto, garantindo, assim, mais saúde e qualidade de vida a todos”, pontuou Manuela.

Além dos testes para o início da operação de ampliação de oferta de água para Gravatá e Bezerros, a Compesa soma outros investimentos de grande porte nas cidades. Em Bezerros, estão em curso os serviços para a implantação do sistema de esgotamento da cidade. Já Gravatá foi beneficiada no ano passado com a implantação da primeira etapa do sistema de esgotamento da cidade. Esse investimento, da ordem de R$ 47 milhões, beneficiou 30 mil pessoas.
Facebook Twitter Email