Procurador-geral da Justiça pede que prefeitos intensifiquem retomada de planos de contigência

O procurador-geral de Justiça, Paulo Augusto de Freitas Oliveira, o promotor de Justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça (CAO) Saúde, Édipo Soares, o governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara, o secretário de Saúde, André Longo, e cerca de 150 gestores municipais, entre prefeitos e secretários municipais de saúde, marcaram presença no encontro.

O procurador-geral de Justiça, Paulo Augusto de Freitas Oliveira, comentou a importância da reunião. “Estivemos reunidos com o governador do estado e com todos os prefeitos de Pernambuco, sob a coordenação da Amupe, porque a procura pelo sistema de saúde vem se intensificando, nos últimos 15 dias, sobretudo em relação à Influenza. Por isso, nós pedimos a todos os prefeitos que intensifiquem a retomada dos planos de contingência que foram elaborados no enfrentamento à covid, principalmente quanto: a preparação dos leitos de retaguarda; disponibilização de medicamentos; ampliação da força de trabalho com médicos e outros profissionais de saúde para que a comunidade seja atendida nos municípios. Precisamos também intensificar a fiscalização dos protocolos sanitários, sobretudo, a utilização do uso de máscara e ainda, principalmente, que o trabalho de vacinação seja cada vez mais intenso para que toda a população seja vacinada”, pontuou o PGJ.

No Ministério Público de Pernambuco, o Procurador Geral de Justiça pediu ao coordenador do CAO Saúde, Édipo Soares, a análise de todo cenário com os especialistas e técnicos do Estado, a fim de obter as recomendações das autoridades sanitárias para expedir uma orientação geral a todos os membros. “Após essa reunião online que tivemos com o executivo, sobre uma nova fase de casos virais, juntamente com uma epidemia da influenza, o Ministério Público ouviu as demandas das cidades de todo o estado, que trazem a necessidade de se rever alguns protocolos e de se adotar medidas sanitárias mais rígidas, em especial, em relação a festas e eventos sociais, principalmente nesse período de festividades do Carnaval, bem como de retorno às atividades escolares. Tal análise será feita pelo CAO Saúde e todo Comitê Gestor do MPPE. A partir daí, será realizada uma orientação aos órgãos de execução, sendo respeitada a autonomia funcional e necessidade de reforço de pontos do plano de contingência”, concluiu o promotor Édipo Soares.

Ainda na ocasião, o governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara, também comentou a reunião. “Apresentamos aos prefeitos os dados atualizados tanto da Covid quanto da Influenza, para que todos estejam cientes da gravidade do momento atual. Voltamos a abrir leitos, adquirimos vans e caminhonetes para ajudar os municípios a vacinar, e também distribuímos testes rápidos. Precisamos também da colaboração de todos para que a atenção básica seja reforçada. Nosso papel sempre será de prestar as informações corretas, as orientações necessárias e dar apoio às prefeituras para proteger e atender a população”, afirmou Paulo Câmara.

Folha PE

Facebook Twitter Email