Taxa de pobreza sobe em Pernambuco

Fatores como alta nos preços dos alimentos agravam a situação

Segundo o Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getúlio Vargas, quase metade dos pernambucanos se enquadram na faixa de pobreza. Os números apontam que hoje, 45% dos moradores do estado estão nesse patamar.

A alta foi de 4%, em relação ao último levantamento feito pelo Instituto. Ainda segundo o estudo, a pandemia agravou o quadro. Fatores como desemprego, redução de salário e alta nos preços dos alimentos afetaram diretamente.

Facebook Twitter Email